Cebola

Cebola

A cebola tem ótimos benefícios. Entre seus nutrientes, temos a quercetina — um potente antioxidante associado à inibição do câncer de estômago — e agentes anticancerígenos. Outro componente encontrado na cebola é a olerícola. Ela é uma substância que impede a formação de plaquetas no sangue, evitando assim o entupimento das artérias

Ela é uma boa aliada para ajudar no bom funcionamento do intestino, fígado, pâncreas e vesícula. Além de melhorar o aparelho circulatório e renal, ela reduz o risco de aparecimento do câncer de estômago. A cebola colabora para afinar o sangue, diminuir o colesterol, aumentar o HDL (colesterol bom), combater a asma, bronquite crônica, diabetes e infecções.

O consumo exagerado de cebola pode aumentar a formação de gases e causar desconforto gastrintestinal, principalmente se ela for consumida crua.

Depois de cozida ou escaldada, as suas propriedades fermentativas reduzem e a cebola já fica mais suave. Por outro lado, o consumo da cebola crua melhora o equilíbrio da flora intestinal e reduz o risco do aparecimento de câncer do colo retal.

Que outro assunto você gostaria de pesquisar?