Peeling Facial

Peeling Facial

O peeling é um tratamento estético feito por dermatologistas por meio de ácidos e outros cremes manipulados. Durante o processo de peeling ocorre a destruição da camada superficial, média ou profunda da pele, sofrendo escamação dessas camadas — eliminando células mortas e dando lugar a uma pele nova, mais saudável e bonita e com menos rugas, manchas, acne e outras imperfeições.

Em princípio, ele retira uma camada, que depois é regenerada e recebe um aspecto novo através de células que permanecem em determinados pontos da pele e com capacidade de reprodução.

A descamação superficial da camada mais externa ativa um mecanismo biológico que estimula a renovação e o crescimento celular, através de alterações profundas na arquitetura celular, tais como:

  • aumento da espessura da epiderme
  • diminuição da quantidade de melanina depositada
  • aumento na produção de fibras colágenas e na irrigação sangüínea
  • aumento na permeabilidade cutânea, favorecendo a penetração de princípios ativos coadjuvantes no tratamento pós peeling.

Profundidade do Peeling

Como primeiro passo do peeling, o profissional analisa e prepara a pele do paciente. Em seguida, decide o tipo de ácido e a intensidade do processo. Baseado no tipo de pele e nos objetivos a serem alcançados pelo paciente, o profissional pode realizar o peeling dentro dos seguintes critérios:

  • Peeling Superficial: indicado para manchas superficiais, poros dilatados e sardas, assim como peles sem brilho, secas ou cansadas.
  • Peeling Médio: ideal para manchas profundas, cicatrizes de acne, rugas finas e peles envelhecidas pelo sol.
  • Peeling Profundo: perfeito para peles muito envelhecidas, com manchas, rugas ou cicatrizes profundas de acne.

Tipos de Peeling

O peeling pode ser de três tipos:

  • Químico.  Feito através do uso de substâncias químicas
  • Mecânico. Com receitas caseiras, aparelhos de microdermoabrasão ou lixas de ponta de diamante.
  • Físico. A laser.

Peeling Químico

Para realizar um peeling químico, a pele deve ser preparada com antecedência de 15 a 30 dias através do uso de um creme pré peeling, receitado por seu dermatologista. O preparo da pele permite a obtenção de melhores resultados, além de ajudar a evitar possíveis efeitos indesejáveis dos peelings — como hiperpigmentação ou queimaduras, que podem acontecer mesmo quando todos os cuidados são tomados.

Os peelings químicos utilizam substâncias que provocam o desprendimento das camadas superficiais da pele, permitindo estímulo para a renovação celular e formação de colágeno, gerando assim uma pele macia, brilhante e uniforme. Sua finalidade é rejuvenescer a pele, melhorar sua textura e cor, suavizar as rugas. Quanto maior a profundidade do peeling, maiores são os riscos de ocorrerem complicações. Deve ser realizado com acompanhamento médico.

Peeling Ácido Retinóico

O peeling de ácido retinóico continua sendo uma das grandes armas no combate as estrias. O peeling ácido retinóico promove uma descamação superficial e constante da pele, renovando-a e favorecendo a formação de colágeno, levando a uma significativa melhora na aparência das estrias.

Peeling Ácido Glicólico

O peeling de acido glicólico geralmente é utilizado para tratamento da face, pescoço e mãos. O ácido glicólico é cuidadosamente aplicado sobre a pele, deixando a mais macia e com menos rugas após o tratamento com o peeling. O peeling de ácido glicólico é excelente não só para o tratamento dos efeitos nocivos do sol — como aparecimento de rugas precoces e manchas na pele — mas também para o tratamento da pele com acne e estrias.

Peeling Fenol

O peeling fenol é capaz de promover um rejuvenescimento facial intenso, em um procedimento de cerca de 30 minutos. Ele elimina rugas e marcas de expressão profundas de uma só vez, devolvendo a aparência jovem ao paciente. Embora proporcione os melhores resultados no rejuvenescimento facial, o peeling de fenol deve é indicado apenas para os casos mais graves de envelhecimento cutâneo.

Peeling Resorcina

O peeling resorcina é indicado para tratamento da acne, discromias e peles rugosas, hiperpigmentação pós-inflamatória. É o mais indicado para peles mais escuras com tendência à hiperpigmentação.

Peeling Ácido Salicílico

O peeling ácido salicílico é utilizado em solução alcoólica a 35% por cerca de 5 minutos, seguida de neutralização com água, e é indicado para clareamento da pele, atenuação de rugas e tratamento de comedões. A descamação se inicia entre o 4º.  e 5º. dias, prolongando-se por cerca de 10 dias, com eritema e edema mínimos, podendo ser repetidos entre 2 a 4 semanas.

Cuidados Pós Peeling

Peeling Facial

  • Colocar compressas frias em infusões de camomila sobre a área do peeling
  • Hidratações semanais no consultório, que ajudará a retirar as crostas residuais, diminuir o edema e facilitar a reepitelização.
  • Uso de hidratantes com filtros solar diariamente, renovando as aplicações várias vezes ao dia.
  • Evitar expor-se a luz solar, lâmpadas fluorescentes ou mudanças bruscas de temperatura.
  • Uso diário de gel ou creme com ácido glicólico em concentrações de 8 a 15% por vezes associados a despigmentantes (como ácido fítico e hidroquinona) nas áreas com manchas, cicatrizes ou rugas residuais.
  • Tratar cicatrizes ou manchas residuais com um novo peeling localizado (retoque) ou através da prescrição de outros agentes esfoliantes de uso tópico.

Após a normalização da pele devemos instituir um tratamento diário tópico preventivo e de manutenção.

Que outro assunto você gostaria de pesquisar?